Dunamis Vinhos | Notícias
103

Na Páscoa, os vinhos e espumantes Dunamis fazem com que iguarias típicas ganhem diferentes sabores

Thiago Peterle, enólogo da vinícola, dá dicas de harmonização para pratos descontraídos

A Páscoa não precisa necessariamente ser celebrada somente com pratos tradicionais e elaborados. A releitura de petiscos que descomplicam a maneira de celebrar a data ganha novos formatos e sabores através de pequenos detalhes. A harmonização com diversos tipos de vinhos é um deles, unindo o prazer de uma bebida elaborada com primazia à satisfação de degustar um petisco em um feriado prolongado com amigos e família. O enólogo Thiago Peterle, da Dunamis Vinhos e Vinhedos, preparou dicas para que esses momentos se tornem inesquecíveis com a ajuda dos sabores das produções da vinícola.

Bolinho de Bacalhau

Perfeito para qualquer época do ano, principalmente para aquele final de tarde, o bolinho de bacalhau tem como diferencial os temperos usados que conferem um sabor inigualável ao petisco. Para acentuar os sabores do peixe salgado, além de pimenta, cebola e alho, a bebida ideal é o Dunamis Tom, um vinho rosé com aromas de frutas vermelhas. Seu paladar redondo, com acidez equilibrada, é perfeito para acompanhar o sabor intenso do bacalhau.

Coxinha de Atum

Assada ao forno, a coxinha de atum com massa de inhame cozido é uma bela pedida para quem deseja desfrutar das iguarias do período de Páscoa sem se preocupar com a balança. Para acompanhar, o ideal é a harmonização com o espumante Brut Champenoise Dunamis. O aroma da bebida, que mistura maçã verde, damascos e notas florais, é fino e elegante, garantindo sofisticação à refeição. Seu sabor fresco, cítrico, possui cremosidade intensa.

Torresmo de Pintado

Iscas de peixe são o ingrediente principal desse prato que combina com momentos de confraternização com amigos e família. Fritas, as tiras de peixe podem ser servidas com molho de soja, iogurte, molho tártaro ou pimenta. A harmonização fica por conta do Merlot BrancoDunamis, produção da vinícola, que elabora um vinho descontraído, leve a aromático, apreciado por quem valoriza o inusitado.

Quibe de Peixe

Preparado no forno, o quibe de peixe é especialmente irresistível. A massa é feita com trigo para quibe, nozes, limão e azeite. O grande diferencial do quibe tradicional é que o recheio não é feito com carne e sim com peixe. Indica-se pescada, badejo, linguado ou pirarucu. Perfeito com o espumante Ar Brut Dunamis, o sabor do quibe combina perfeitamente com a acidez equilibrada da bebida de corpo intenso.

Espiral de Salmão

O sabor frutado e acidez refrescante do Ar Brut Rosé Dunamis é perfeito para acompanhar a espiral de salmão, que ganha notas de cozinha oriental com cubos de salmão no palito, enrolados com alho poró com creme de leite, limão e pimenta.

CHOCOLATE

Impossível falar de páscoa sem falar em chocolate. Doce que desperta paixões, ganhou até mesmo uma denominação para os seus fiéis “viciados”: chocólatras. Na hora de desembrulhar e degustar o ovo de páscoa, então, nada melhor que a companhia do Espumante Moscatel Dunamis. Seu agradável frescor, a acidez equilibrada e o sabor com notas que lembram abacaxi e maçã verde fazem da guloseima de páscoa (e de todas as outras épocas do ano) ainda mais prazerosa.


Se gostou das dicas, não se esqueça de compartilhar com seus amigos!


  • Compartilhe